Click here to send us your inquires or call (852) 36130518

«

»

Mudança climática: a corrida contra o relógio

Por Alejandro Nadal

É possível evitar uma catástrofe climática. Mas a janela da oportunidade está se fechando. será um momento decisivo dessa corrida contra o relógio

19C9CA1354417627D74BE743F14F83BDFF80DDA0A6383058AA84548FB4F7F099

Existe a possibilidade de evitar uma catástrofe climática. Mas a janela da oportunidade está se fechando rapidamente. A conferência sobre o clima, que acontecerá em Paris, dentro de seis semanas, será um momento decisivo dessa corrida contra o relógio.

Há anos, o objetivo em termos de emissões de gases do efeito estufa tem sido estabilizar a concentração na atmosfera num nível de 450 partes por milhão (ppm). Essa meta requer cortar 80% das emissões até o ano de 2050, o que permitiria assegurar que a mudança na temperatura global não supere os 2 graus centígrados.

Vendo o cenário atual, parece muito difícil alcançar a meta das 450 ppm. Para isso, os países ricos já deveriam estar reduzindo significativamente suas emissões, pensando no ano 2025, que já está bem próximo, para que esses gases do efeito estufa, produzidos por países ricos e pobres, possam ter seus índices em queda constante nos anos posteriores. Existe a possibilidade de se chegar a essa meta, mas bem pequena, e cada vez menor.

A 21ª Conferência do Clima das Nações Unidas (UNFCCC) se realizará em Paris, entre o final de novembro e o começo de dezembro. O instrumento de base para as negociações da COP21 foi divulgado no dia 5 de outubro, e está marcado por sérios problemas. Se trata de um documento de vinte páginas, do qual depende o destino da humanidade, literalmente.

Como se sabe, as negociações da COP21 se realizarão com cada país sendo chamado a apresentar seus compromissos nacionais independentemente determinados – os agora conhecidos como INDC, por sua sigla em inglês. Esses compromissos são a resposta à seguinte pergunta: quem determina as reduções de emissões que cada país deve aplicar? Tendo em vista que as negociações sobre reduções das emissões estão travadas há anos (seis anos, para ser mais exato, desde a conferência de Copenhague), se pensou que seria melhor cada país em liberdade absoluta para estabelecer suas metas nacionais.

Hoje, já temos diante de nós os compromissos nacionais que foram entregues de forma voluntária ao secretariado da UNFCCC. O resultado é realmente decepcionante. Vários destacados economistas realizaram cálculos: a soma de todas as metas nacionais corresponde a apenas 44 gigatoneladas de CO2 equivalente, quando o que se necessita é um corte de 55 gigatoneladas para o ano de 2050 para que nos manter a temperatura do planeta abaixo dos 2 graus centígrados.

É de se esperar que daqui até a inauguração da COP21 na capital francesa, vários países modifiquem seus compromissos nacionais, para poder chegar a esse objetivo. Mas o documento de negociação tem um defeito: não contém um mecanismo que garanta o cumprimento por parte de cada país de suas metas individuais independentemente determinadas.

Na verdade, existem poucas esperanças de estabilizar a concentração de gases do efeito estufa em 450 ppm. Para chegar a este objetivo, as emissões não podem superar um nível absoluto entre 800 e mil gigatoneladas de CO2: desde 1880, já emitiram 535 gigatoneladas. E do restante já se encontram comprometidas umas 250 gigatoneladas, devido aos investimentos já realizados na infraestrutura ligada à indústria de combustíveis fósseis em todas as suas formas. As companhias que realizaram esses investimentos querem evadir as metas, e para isso vão fazer tudo o que for possível para que suas instalações continuem funcionando e emitindo gigatoneladas de CO2. Enfim, estamos amarrados a uma trajetória que leva a um cenário de surpresas realmente desagradáveis a respeito do clima.

No mundo financeiro também existem forças que pretendem nos manter amarrados a essa trajetória. Hoje, as 200 principais empresas ligadas à indústria de combustíveis fósseis têm um valor de mercado próximo aos 4 trilhões de dólares e uma boa parte disso corresponde ao valor de suas reservas. No caso de se conseguir um acordo significativo na COP21, com um compromisso claro para reduzir as emissões, o valor dessas reservas deverá sofrer um forte ajuste para baixo, talvez até um 60%. As conexões entre a indústria de combustíveis fósseis e o mundo financeiro são muito fortes e isso traria sérias consequências. Por exemplo, se estima que os fundos de pensão e as contas individuais de aposentadoria nos Estados Unidos possuem 47% das ações das companhias de petróleo e gás natural desse país. É evidente que também existe, por parte do setor financeiro, uma resistência a mudar o perfil energético da economia mundial.

Só a pressão dos povos de todos os países pode reverter essas forças. Quem sabe ainda há tempo, independente do que aconteça na COP21.

(Fonte: http://cartamaior.com.br/)

Recomende essa postagem

Share to Facebook
Share to Google Plus

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.





O relógio da Terra mostra-nos alguns dos impactos causados pelo Homem na Terra. As estatísticas nele apresentadas, que estão a ser actualizadas ao vivo, podem ser verificadas nos sites seguintes:


População mundial: US Census Bureau
Taxa de crescimento populacional: CIA World Factbook
População prisional: UK Homeoffice
Divórcios (apenas para os Estados Unidos): Wikipédia
Imigração ilegal nos Estados Unidos: Wikipédia
Abortos: Wikipédia
Mulheres que morrem durante procedimentos abortivos incorrectos: Organização Mundial de Saúde
Taxa de infecções por HIV: Avert
Taxa de incidência de cancro: UICC
Temperatura média da Terra: Wikipédia
Extinções de espécies: National Wildlife Federation
Produção de petróleo: CIA World Factbook
Produção de carros: Mation Master
Produção de bicicletas: Earth Policy
Produção de computadores: Top Secret
Estatísticas de mortalidade: Organização Mundial de Saúde

雪茄| 雪茄烟网购/雪茄网购| 雪茄专卖店| 古巴雪茄专卖网| 古巴雪茄价格| 雪茄价格| 雪茄怎么抽| 雪茄哪里买| 雪茄海淘| 古巴雪茄品牌| 推荐一个卖雪茄的网站| 非古雪茄| 陈年雪茄| 限量版雪茄| 高希霸| 帕特加斯d4| 保利华雪茄| 大卫杜夫雪茄| 蒙特雪茄| 好友雪茄

古巴雪茄品牌| 非古雪茄品牌

Addmotor electric bike shop

Beauties' Secret化妝及護膚品

DecorCollection歐洲傢俬| 傢俬/家俬/家私| 意大利傢俬/實木傢俬| 梳化| 意大利梳化/歐洲梳化| 餐桌/餐枱/餐檯| 餐椅| 電視櫃| 衣櫃| 床架| 茶几

Wycombe Abbey| 香港威雅學校| private school hong kong| English primary school Hong Kong| primary education| top schools in Hong Kong| best international schools hong kong| best primary schools in hong kong| school day| boarding school Hong Kong| 香港威雅國際學校| Wycombe Abbey School

邮件营销| 電郵推廣| edm营销| 邮件群发软件| 营销软件|